Formatando e Renomeando Pen Drive no GNU/Linux

Tenho um pen drive que utilizo apenas para coisas pessoais, após meses de uso ele começou a apresentar problemas, então resolvi formatá-lo. Como nunca havia formatado um pen drive em um sistema operacional GNU/Linux antes, perguntei a Gui os comandos. Efetuei a formatação criando o sistema de arquivo NTFS compatível com os dois sistemas operacionais que mais utilizo – Ubuntu e Windows. O processo foi bem simples:

1. Pesquisei onde estava instalado o pen drive através do comando abaixo. Após localizar a linha com a informação referente ao meu pen drive, verifiquei o dispositivo – primeira informação da esquerda (exemplo: /deb/sdb1), e o diretório – a segunda informação (exemplo: /media/camila).

$mount

2. Desmontei o pendrive conforme code abaixo, utilizando o endereço do diretório. Ressalto que há uma diferença entre a ação de desmontar um dispositivo atraves do comando umount e clicar na opção “Remover com segurança a unidade” pelo ambiente gráfico. O primeiro apenas desmonta, o segundo remove o dispositivo totalmente.

#umount /media/meu_pendrive

3. Após efetuei a formatação e a criação do novo arquivo propriamente dito.

#mkfs.ntfs /dev/sdb1

O comando mkfs possibilita criar outros tipos de sistemas de arquivos como o ext4, fat32 e outros. Para verificar a relação, no console digite o comando mkfs e clique em tab 2x.

4. Pronto! Pendrive formatado! Depois que formatei fui verificar se tudo estava funcionando corretamente e então observei que o pendrive ficou com um nome estranho, então pesquisei uma forma de renomear o pendrive. Após visitar algumas páginas, localizei esse site que forneceu a dica de como renomear o pen drive.

Em resumo executei os comandos especificados abaixo para o sistema de arquivo NTFS e pronto! Pen drive formatado e renomeado!  😉 Tudo funcionou corretamente, mas infelizmente a minha televisão com entrada USB não reconheceu o pen drive, refiz o procedimento para instalar o sistema de arquivo FAT, também coloquei os comandos abaixo.

Para sistema de arquivo NTFS:

#umount /media/nome_pendrive
#ntfslabel /dev/sdb1 novoNomePenDrive

Antes de renomear no sistema FAT é necessário checar se há problemas. A primeira linha do código verifica os erros, a segunda corrigi o erro encontrado  e a última linha é o comando para renomear o pendrive.

#mlabel -i /dev/sdb1 -s ::
#echo mtools_skip_check=1 >> ~/.mtoolsrc
#sudo mlabel -i /dev/sdb1 ::NomePendrive 
Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *