/**/
set 18 2014

Dica Rápida – Retirando Comentário de Páginas WordPress

Organizando meu novo blog me deparei com um pequeno problema, as páginas estáticas estavam apresentando espaço para comentários, o que não fazia muito sentido. Pesquisando na internet me deparei com duas dicas, a primeira informava duas opções de desmarcar: pelo menu Páginas, ao editar a página desmarcar a opção de comentário, e pelo menu Configurações / Discussão. Tentei e não encontrei nenhuma opção para retirar o documento. A segunda dica foi muito mais simples (encontrei aqui!), retirar o comando <?php comments_template(); ?> ou similar do modelo da página do template do WordPress. Fiquei feliz com a dica simples que resolveu o problema em 1 minuto, espero que gostem. ;)

Captura de tela 2014-09-18 20.19.53

Editando Tema

set 14 2014

Aplicativos para Lazer – Séries e Livros

No mercado há uma grande variedade de aplicativos criados para nos ajudar no dia a dia, no meu caso, como uma autentica geek, esses softwares são fundamentais na organização das minhas atividades. Pensando sobre este assunto, decidi que seria uma boa ideia relacionar os meus favoritos, fazer uma pequena avaliação e fornecer dicas. Acredito que desta forma será possível auxiliar quem procura ferramentas para facilitar o desenvolvimento de diversas atividades. Como a quantidade é relativamente grande, o assunto será dividido em uma série de quatro posts agrupando os aplicativo por assunto – lazer, programação, organização e blog. Vamos lá?

Este primeiro post será a respeito dos aplicativos classificados como “lazer”, vinculado ao meus hobbies favoritos, sendo os principais: ler livros e assistir séries e filmes – inclusive estou relançado um blog específico para escrever sobre esses assuntos (o blog MillCoisas, visitem! ;) ). Os principais aplicativos que utilizo para leitura são: Calibre, Kindle, iBook e SaraivaReader, vale citar o Marvin e Comic para iPad e o Perfect View para Android. Para séries (ou filmes) utilizo o uTorrent, como usuária da Apple TV, formato os vídeos com o Smart Convert Pro 2 (pago), mas já utilizei o Smart Convert e Subler (gratuitos), também utilizo VLC de tempos em tempos. Vamos aos comentários :)

Aplicativo para leitura:

Eu tenho hábito de ler ebooks ou artigos no meu Kindle, Ipad ou até mesmo no celular, por isso considero importante organizar todos estes arquivos em uma pasta especifica, convertendo para o formato de arquivo adequado para o dispositivo que irei utilizar, para isso utilizo e adoro o Calibre. Com versões para Mac, Windows e Linux, o Calibre permite organizar os seus livros – incluir capa, nome do autor, título, coleção (séries) e etc., converter para diversos formatos e organizar os arquivos fisicamente de diversas formas (no meu caso uso o nome do autor). Para tornar a experiência ainda melhor, salvo a pasta com os livros no Dropbox, possibilitando acessar todos os meus livros de forma rápida e prática – fica a dica!

No caso dos leitores de livros virtuais, geralmente uso mais o Kindle por adquirir muitos livros na Amazon, no caso dos que adquiro na internet, prefiro usar o Marvin (Ipad). Considero muito importante que os aplicativos de leitura possuam as funcionalidades de marcar página, destacar texto, dicionário, formatar tamanho de fonte, alterar cor de fundo (e brilho) e possibilitar compartilhar trecho de leitura nas redes sociais. Neste ponto o Kindle cumpre bem o papel, já o Marvin ainda não consegui baixar o dicionário de português, mas demais funcionalidade realiza muito bem. Para leitura pelo Android, atualmente utilizo apenas o Kindle, mas sei que existem muitas outras opções.

Para quem gosta de ler HQ ou Grafic Novels, indico o Comic para ler pelo Ipad, este sem dúvida é o meu favorito, simples e fácil de manusear, os gráficos ficam bem legais de ver e a leitura se torna agradável. Gosto da simplicidade. Já li quadrinhos pelo meu celular (Note 2) e usava o aplicativo Perfect Viewer para Android, também muito bom. Hoje não leio e nem indico ler quadrinhos pelo celular  por conta do tamanho da tela (mesmo no note 2), prefiro utilizar o iPad.

Aplicativos para Filmes e Séries:

Nos caso dos filmes e séries para efetuar download uso o uTorrent, sem dúvida o melhor! Leve e fácil de usar, não ocupa espaço e atende todas as minhas expectativas. Já uso há muito tempo, desde que era usuária Linux, depois no Windows e agora no Mac. O mesmo ocorreu com o VLC, aplicativo para assistir vídeos. Também muito leve, sua principal vantagem é a capacidade de reconhecer diversos formatos de vídeos, substituindo a necessidade de instalações de plugins.

Outra forma de assistir filmes/séries que adoro é através da Apple TV, reprodutor de mídia digital, utilizado para streaming de mídia digita. Por ser um dispositivo da Apple, ele é integrado com o iTunes, sendo necessário converter a mídia para o formato suportado pelo equipamento (m4v). Para a conversão utilizo o SmartConvert que converter os diversos formatos e disponibiliza na biblioteca do iTunes. A versão gratuita é limitada a conversão, sem efetuar a inclusão de legenda, para isso eu utilizava o Subler que, além de embutir a legenda, inclui informações referente ao filme ou série (capa também!). O processo não é difícil, mas leva tempo. Primeiro é necessário efetuar a inclusão da legenda e informações adicionais pelo Subler e depois, já com os dados embutidos, efetuar a conversão no SmartConvert. Para tornar o processo mais fácil e prático, optei por comprar a versão paga que inclui todo o processo e é muito mais rápido.

Espero que tenham gostado deste primeiro post da série, estes programas ajudam a tornar a experiência mais agradável e prazerosa. No próximo post irei comentar sobre meus aplicativos favoritos para estudar desenvolvimento de software. Aguardem! :)

ago 17 2014

Mindomo – Aplicativo Android

Nos últimos dias tenho viajado bastante  e pensando em retomar alguns projetos como o blog, por exemplo. Para conseguir planejar melhor as mudanças futuras, conheci a ferramenta Mindomo para  Android. A ferramenta é utilizada para construção de mapas mentais – útil, bem elaborada e fácil de utilizar.

Além das funcionalidades básicas de inclusão de tópicos e sub-tópicos, a ferramenta permite  a inclusão de figuras do próprio aplicativo (figura 3), links e imagens capturadas pela câmera. Também é possível formatar fontes, cores e textos, além de compartilhar os mapas em PDF ou na própria extensão do aplicativo. É uma excelente ferramenta para quem quer ter uma fonte de rápido acesso, fácil de utilizar e de rápido acesso, fica como uma dica :) .

Desktop

Figura 1

2014-08-18 00.28.51

Figura 2

2014-08-18 01.14.20

Figura 3

jun 24 2014

Utilizando o MacBook – Plataforma OS X Maveric

Tem mais ou menos um ano que passei a utilizar um MacBook Pro, consequentemente, substituindo o sistema operacional Windows pelo OS X Maverick. Aguardei um pouco para poder compartilhar a experiência de utilizar um Mac, para poder experimentar e conhecer melhor as vantagens e desvantagens. Além do computador acabei comprando um iPad, atualmente utilizo um MacBook Pro (computador pessoal), meu iPad com teclado (muito bom por sinal), além disso, mantenho meu Kindle para minhas leituras e meu celular Samsung Note 2. Estou muito feliz com todos eles.

Focando um pouco mais no MacBook Pro, eu comprei um usado, mas muito bem cuidado. Foi uma ótima oportunidade financeira e, como Gui (guilhermejr) comentava sobre a qualidade de todo o sistema, estava muito interessada em conhecer e experimentar. Passei muitos anos utilizando o Linux, admiro bastante o trabalho da comunidade e de utilizar software livre, especialmente a liberdade de poder modificar e adaptar de acordo com minha vontade. Este foi o primeiro problema com o Mac, foi necessário instalar alguns programas adicionais como Spectacle para minimizar e maximar telas, outro ponto negativo são os preços dos aplicativos, para quem não pagava nada, foi e ainda é um problema (sempre reclamo).

O lado positivo e o que me faz querer continuar com meu Mac foi a qualidade, a Apple se preocupa com o menores detalhes, a experiência é ótima. O Linux também é ótimo, mas trabalhar com ele requer um certo conhecimento, ok admito que adorava isso, modificar, pesquisar, ajustar. Formatar de vez em quando e começar tudo de novo para conhecer novos sistemas operacionais (como as fotos abaixo:D), mas depois de um tempo era muito cansativo, chegou um momento que eu queria tudo simplesmente funcionando. Daí a ideia de experimentar o MacBook Pro e realmente foi assim. Nada de pesquisas, as coisas funcionam, não posso personalizar, mas funciona muito bem.

Captura de tela 2014-06-24 21.02.46

Em relação ao preço dos aplicativos, o BrOffice do Mac é muito bom e bem atualizado, instalei alguns do software livres que já conhecia e continuo pesquisando novos para utilizar e divulgar. Para outros softwares comecei a aceitar a ideia de que vale a pena pagar por algo que se realmente utiliza. Mantenho o VirtualBox para usar o Windons quando o trabalho demanda (não há Access para o Mac :-/), espero ter mais tempo no futuro próximo para continuar experimentando o Linux e acompanhado as novidades.

PS: Continuo indicando o sistema operacional Linux para todos os usuários, em especial empresas, acredito fortemente nas vantanges do sotware livre nas corporações, ele atende as necessidades e não há custo com licença. ;)

mar 30 2014

FreeMind – Sistema para Elaborar Notas Mentais

Na meu dia a dia trabalho com uma quantidade significativa de informações, derivadas dos meus projetos pessoais, profissionais e estudos. O número de dados aumentam significativamente com tempo, desta forma, acabo enfrentando dificuldades em conseguir estruturar os dados. Lendo um pouco sobre organização, conheci e passei a utilizar o software FreeMind, um software livre desenvolvido na plataforma Java, para criação de mapas mentais.

Captura de tela 2014-03-30 16.21.32

O mapa mental é um tipo de diagrama, voltado para organizar a informações de forma mais sistematizada, tornando a compreensão e a memorização mais fácil. O software é bem visual e de fácil entendimento, possibilitando a criação dos mapas com a inclusão de figuras antes do nome. Desta, forma o usuário poderá estruturar legendas para facilitar o entendimento das informações.

Como já comentado o programa é autoexplicativo, baseado em nós. Ao criar o projeto, é necessário inserir um nome no centro do mapa, a partir criam-se nós, ramificações, para formar o diagrama. A figura abaixo é um exemplo do diagrama que criei para registrar o entendimento de alguns livros que li. O sistema é útil para a organização dos dados, gostei bastante e recomendo. ;)

FreeMind Mapa Mental

FreeMind Mapa Mental